DIVÓRCIO CONSENSUAL X DIVÓRCIO LITIGIOSO: O QUE FAZER ?

Divórcio é a dissolução absoluta do vinculo conjugal – casamento – ele pode ser consensual ou litigioso sendo por meio extrajudicial ou de ação judicial.

No divórcio litigioso as partes não compõem acordo sobre bens, guarda, pensão e/ou o próprio divórcio. Nesse caso, necessariamente a parte que quiser se divorciar terá que entrar com ação judicial, o juiz citará a outra parte para confirmar ou apresentar contestação, ressalta-se que não se discute mais as causas que levaram ao divórcio, devendo ambos ter advogados constituídos. Nessa ação o juiz observará o regime de casamento e, se não conseguir acordo, decidirá sobre as questões supracitadas.

No divórcio consensual as partes fazem acordo sobre a partilha dos bens, guarda, pensão e a concessão do divórcio. Nesse caso, quando há filhos menores, os envolvidos deverão eleger um advogado, para os dois, pois não é mandatório que cada cônjuge eleja um advogado, e necessariamente entrar com um pedido de divórcio consensual via judicial. Entretanto, se o casal não tiver filhos em comum ou menores de idade, o divórcio poderá ser feito via extrajudicial, ou seja, em cartório.Posto isso, conclui-se que o melhor a fazer é o divórcio consensual, pois além de ser mais célere é menos custoso. Se você está passando por esta situação, entre em contato com o escritório, podemos lhe ajudar.

Comments are closed.